Cabeçalho | InternacionalInstituto Politécnico de Viana do Castelo | Multimédia
OTIC
 
Projectos IDT
PROJECTOS DE FORMAÇÃO
PUBLICAÇÕES
parcerias
PROGRAMAS FINANCIADORES
Arquivo de Agenda
Arquivo de Notícias
backoffice
 
 
ESOL
ESOL

O projecto ESOL nasce da vontade e necessidade de promover a utilização de sistemas de energias renováveis, sobretudo de energia solar térmica e de biomassa, em instituições públicas que desenvolvem a sua actividade profissional neste âmbito, como são o Instituto Galego Enerxético (INEGA), no ensino o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) ou na Administração Local espanhola e portuguesa, nomeadamente nos municípios de A Mezquita, Verín, Riós, Baltar e as câmaras municipais de Chaves e Vinhais. O projecto serve ainda para acomodar as imposições exigidas pela comunidade internacional (Protocolo de Quioto), a União Europeia e os governos nacionais e regionais de Espanha e Portugal, principalmente em matéria de emissões de gases de efeito de estufa (GEE) e consumo de energia.

O objectivo último do projecto é avançar no processo de gestão ambiental sustentável da zona transfronteiriça, identificando e definindo os padrões de desenvolvimento futuro da energia no espaço delimitado, com base em recursos renováveis existentes no espaço cooperação territorial e com a crescente cooperação entre ambas as áreas.

Um dos objectivos será aumentar as medidas de eficiência energética e diversificação das fontes de abastecimento, oferecendo as alternativas para reduzir a dependência energética do exterior. Dada a escassez de recursos energéticos fósseis na Península Ibérica, bem como o aumento constante do preço destes, devido ao crescimento da instabilidade política em alguns países produtores, impõe-se o uso de energias renováveis e limpas como a escolha ideal para qualquer entidade municipal.

Isto será alcançado através do incentivo à substituição de combustíveis fósseis por resíduos da biomassa, energia solar, geotérmica e reduzir o consumo através da utilização de equipamentos geradores de alta eficiência. De frisar que estas medidas serão de utilização em edifícios públicos com a consequente partilha de benefícios de cidadania, que por sua vez, também se evidencia num forte exemplo.

No projecto também se pretende explorar a grande massa floresta que alberga a área de cooperação. Resultado desta cooperação, o projecto contribuirá para o desenvolvimento de um mercado de biomassa na zona fronteiriça. Outro objectivo é a replicação e o carácter demonstrativo das acções.

 

Carácter Inovador do Projecto

Este projecto é uma reflexão conjunta sobre as possibilidades efectivas de implementação de sistemas de produção de energia sustentável a nível local, dos principais problemas associado com o consumo energético local, e as limitações e possibilidades que oferece, a partir de um ponto de vista técnico, cada uma das soluções disponíveis no mercado.

A realização de um diagnóstico permite uma informação detalhada sobre equipamentos necessários, o seu custo e os rendimentos energéticos que se obterão.
A informação referida, obtida no dito trabalho de campo, integra esta proposta, tanto no diagnóstico da situação como nas propostas de melhoria e denota a capacidade das entidades que subscrevem a presente proposta de colaborar activamente para conseguir um ambiente sustentável local.


Carácter Transnacional do Projecto

A dimensão transnacional e o objectivo de uma cooperação efectiva evidenciam-se na constituição de uma parceria e uma cooperação técnica que fomente o intercâmbio de experiências, conhecimentos e boas práticas sobre esta temática entre as duas nações.
Entendemos que o trabalho conjunto, a coordenação do projecto, possibilitará uma resposta técnica consensual, promovendo a aprendizagem mútua.


Resultados Esperados

Os resultados esperados com o projecto ESOL estão em consonância com as directrizes estabelecidas pela União Europeia, em matéria de meio ambiente, gestão de recursos, eficiência energética e redução dos gases poluentes para a atmosfera, para além do carácter educativo e exemplar. Os resultados esperados são evidenciados em 9 estudos, os quais se converterão no mesmo número de implementações.

Serão instaladas sete caldeiras de biomassa, com uma potência global de cerca de 500 kW, algumas das quais num sistema de distri-heating, um sistema de geotermia para aquecimento de piscina e um sistema de aquecimento de água de uma piscina através de utilização exclusiva de colectores solares térmicos.

Página Web do projecto esol

 

  POCTEP União Europeia
FEDER
Investimos no seu futuro
UE ESOL  
 
Projectos Projectos | Mais Projectos | Real GE2C'S Proyecto VT | eca.it | ESOL | Bioemprende
LABORATÓRIOS
UIDM
UMA
 
 Agência de InovaçãoPOS ConhecimentoUnião EuropeiaSímbolo de Acessibilidade à Web
 
*
*
O seu browser não suporta frames, no entanto a sua visita a este portal não será afectada.