Cabeçalho | InternacionalInstituto Politécnico de Viana do Castelo | Multimédia
OTIC
 
Home > I&D e Inovação > Projectos IDT > Estudo Morfofuncional da Criança Vianense
Projectos IDT
PROJECTOS DE FORMAÇÃO
PUBLICAÇÕES
parcerias
PROGRAMAS FINANCIADORES
Arquivo de Agenda
Arquivo de Notícias
backoffice
 
 
Estudo Morfofuncional da Criança Vianense
Estudo Morfofuncional da Criança Vianense

Título do projecto
Estudo Morfofuncional da Criança Vianense

Responsável
Luis Paulo Rodrigues , Pedro Bezerra , Linda Saraiva , César Sá

Objectivos
Caracterizar as variáveis de crescimento e desenvolvimento morfológico sob o ponto de vista normativo;
Caracterizar os níveis de aptidão física das populações infanto-juvenis do concelho, possibilitando a construção das primeiras tabelas de referência normativas adequadas a Viana do Castelo;
Avaliar a adequação dos perfis da criança e jovem vianense segundo critérios referenciados aos factores de prevenção da saúde, das condições de vida das populações e da promoção de estilos de vida saudáveis;
Determinar a associação entre as diversas variáveis em estudo, procurando despistar as condições ou locais em que algumas delas possam assumir importância considerável no desenvolvimento íntegro da criança.

Descrição Sumária
O EMCV assumiu um desenho metodológico misto (simultaneamente longitudinal e transversal), que nos permitiu ter acesso a um conjunto de dados nunca antes obtido nesta região acerca das modificações observadas ao longo do desenvolvimento. No total, 2386 crianças (1191 raparigas, 1195 rapazes) participaram no estudo, resultando em 4250 diferentes observações. Isto permitiu-nos obter um conjunto de dados estritamente longitudinais com quatro momentos de medida (sensivelmente 1000 crianças entre os 7 e os 10 anos), bem como uma visão de corte com aproximadamente 1200 por cada grupo etário. Durante os anos de 1996 a 2001, todas as crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico pertencentes a quinze escolas situadas no meio urbano e rural do concelho foram observadas anualmente
Foram recolhidas variáveis de índole Bio-social (anamnese pessoal e familiar, estatuto sócio-económico, profissões e habilitações académicas do agregado familiar, dimensão da família, e hábitos de actividade física), Morfológicas (altura, peso, pregas adiposas, perímetros musculares, e diâmetros ósseos, índice massa corporal, percentagem de massa gorda, e somatótipo) e de Aptidão Física (velocidade, agilidade, força inferior, média e superior, flexibilidade, e resistência aeróbia). A recolha de dados Morfológicos e de Aptidão Física foi inteiramente conduzida nas instalações da Escola Superior de Educação e decorreu anualmente durante os meses de Abril e Maio. Após terem sido obtidas autorizações do Centro de Área Educativa de Viana do Castelo e dos pais das crianças, as escolas pertencentes ao estudo deslocaram-se com o apoio de autocarros pertencentes à Câmara Municipal de Viana do Castelo, e, durante uma manhã cada criança percorreu um circuito de mensuração morfológica e testagem da aptidão física. Os dados bio-sociais foram recolhidos através de inquérito distribuído aos pais pelos professores das escolas participantes.


Duração
118 meses

Início - Fim
1997 a 2005

Instituição Coordenadora
Departamento de Motricidade Humana

Entidades parceiras
Câmara Municipal de Viana do Castelo
Escolas de 1º Ciclo

 
Projectos Projectos | Mais Projectos | Real GE2C'S Proyecto VT | eca.it | ESOL | Bioemprende
LABORATÓRIOS
UIDM
UMA
 
 Agência de InovaçãoPOS ConhecimentoUnião EuropeiaSímbolo de Acessibilidade à Web
 
*
*
O seu browser não suporta frames, no entanto a sua visita a este portal não será afectada.